Sunday, December 03, 2006

UM DESABAFO


É só um desabafo

Ao princípio da noite, olhando a cidade por uma clareira que o Outono abriu no arvoredo da encosta: é um lindo espectáculo, este mar de luz... e a memória das ruas iluminadas, a anunciar a proximidade do Natal: montras gritando pelo nosso dinheiro, cabeças em água para se decidirm sobre as prendas que têm de comprar, iniciando um longo processo de intenções à raiz das que vão recber.
No meio de tudo isto, a incoerência das festas de empresa, a distrairem as crianças das aflitivas condições de vida dos pais, que, quando chega esta quadra andam mais nervosos, passam menos tempo com os filhos.
Assim, o Natal, no nosso mundo de hipocrisia e consumismo, é tudo menos a recordação do mistério de um Deus que Se faz criatura, pobre, pequenino e desarmado, para que nos sintamos menos sós na nossa caminhada ao longo da história.
Apetece-me desabafar: Porque não experimentam as empresas a poupar o que gastam no seu Natal consumístico, para melhorar as condições de vida dos seus colaboradores, deixando-os mesmo mais livres para estar com a família nestes dias de festa?
É só um desabafo.

2 Comments:

Anonymous Guida said...

Eu concordo consigo..quanto a estas banhadas das Festas de Natal das empresas...odeio essa cena!!

3:21 AM  
Anonymous lena mama da Maria said...

O que me preocupa também é o culto das prendas que se induz nas crianças desde a mais tenra idade. A minha Maria, que acaba de fazer um ano, é convidada a "oferecer" duas prendas na escola: uma para um "amigo secreto" na sala dela (onde a idade máxima é 15 meses) e outra para "amigo desconhecido" a distribuir pela escola (e não pelas crianças) a uma instituição de crianças carenciadas. Infelizmente, acho que para os colegas da Maria que têm entre 3 e 6 anos o espírito natalício parece ser a troca de prendas (dou duas, vou receber duas) e não uma época de doação ao outro, de partilha, amor e perdão. E para ela, este ano, as prendas que "oferece" não têm qualquer sentido. Enfim, muito haveria a pregar nesta sociedade que subjugou os valores ao consumismo
lena

2:46 PM  

Post a Comment

<< Home